Iniciado nos cursos de planejamento e sustentabilidade da FUPAM -Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente, o programa Green Kitchen é indicado para restaurantes que queiram aprimorar constantemente seu padrão de qualidade em benefício de seus clientes e sua região, levando em consideração aspectos sociais e ambientais.

É conduzido por uma comissão de profissionais multidisciplinares do setor de food service, com participação de nutricionistas, arquitetos e jornalistas especializados, baseado em critérios internacionais de medição de eficiência na responsabilidade social e ambiental.

Destacam-se as seguintes questões:

Ambientação natural

Projetos físicos para ambientes que valorizem o controle da insolação, a iluminação natural e a ventilação renovada, utilizando materiais naturais, reusados, reciclados ou certificados.

Levando em consideração projetos integrados ao ecossistema nos quais estarão presentes.

Alimentação saudável

Preparar e desenvolver refeições visando o equilíbrio de saúde de quem consome, de quem prepara e com responsabilidade sobre a origem dos ingredientes utilizados.

Levar a natureza à mesa, em refeições puras, com controle da adição de produtos químicos, enzimas, hormônios, transgênicos, ou qualquer outra substância que possa alterar a normalidade do organismo humano.

Estímulo à potencialização das pessoas através da administração de uma boa alimentação.

Sustentabilidade

Boas práticas ambientais com opções por medidas eco eficientes capazes de não desperdiçar matéria prima e processos, recolocando-os novamente na natureza.

Devolver ao ambiente o mínimo de resíduos sólidos, na melhor forma de recuperação, com

classificação, caixas de gordura nas saídas de esgoto, lavadores de ar dos sistemas de exaustão

e uso de produtos biológicos para limpeza em geral.

Seleção destas práticas de forma a consumir materiais e ingredientes absolutamente

indispensáveis e no volume certo.